ABIMCI - Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente

Normas Publicadas

31.000.02 – Madeira Serrada

ABNT NBR 7203:1982 – Madeira serrada e beneficiada
ABNT NBR  8764:1985 – Madeira para embalagens para isoladores – Especificação
ABNT NBR 9487:1986 – Classificação de madeira serrada de folhosas – Procedimento
ABNT NBR 11700:1991 – Madeira serrada de coníferas provenientes de reflorestamento para uso geral – Classificação
ABNT NBR 11869:1991 – Madeira serrada de coníferas provenientes de reflorestamento, para uso geral – Inspeção e recebimento – Especificação
ABNT NBR 12297:1991 – Madeira serrada de coníferas provenientes de reflorestamento, para uso geral – Medição e quantificação de defeitos – Procedimento
ABNT NBR 12498:1911 – Madeira serrada de coníferas provenientes de reflorestamento, para uso geral – Dimensões e lotes – Padronização
ABNT NBR 12551:2002 – Madeira serrada – Terminologia
ABNT NBR 14806:2002 – Madeira serrada de eucalipto – Requisitos
ABNT NBR ISO1030:2010 – Madeira serrada de coníferas – Defeitos – Medição
ABNT NBR ISO 1032:2010 – Madeira serrada de coníferas – Dimensões – Termos e definições
ABNT NBR ISO 2299:2010 – Madeira serrada de folhosas – defeitos – classificação
ABNT NBR ISO 2301:2011 – Madeira serrada de folhosas – Defeitos – Medição
ABNT NBR ISO 3179:2011 – Madeira serrada de coníferas – Dimensões nominais
ABNT NBR ISO 4470:2011 – Madeira serrada – Determinação do teor de umidade média de um lote
ABNT NBR ISO 737:2011 – Madeira serrada de coníferas – Dimensões – Métodos de medição
ABNT NBR ISO 738:2011 – Madeira serrada de coníferas – Dimensões – Desvios permitidos e retração
ABNT NBR ISO 8903:2011 – Madeira serrada de folhosas – Dimensões nominais

31.0005.05 – Madeira Compensada 

ABNT NBR ISO 1096:2006 – Madeira Compensada – Classificação
ABNT NBR ISO 1954:2006 – Madeira compensada – Tolerâncias dimensionais
ABNT NBR ISO 2426-1:2006 – Madeira compensada – Classificação pela aparência superficial – Parte 1: Geral
ABNT NBR ISO 2426-2:2006 – Madeira compensada – Classificação pela aparência superficial – Parte 2: Folhosas
ABNT NBR ISO 2426-3:2006 – Madeira compensada – Classificação pela aparência superficial – Parte 3: Coníferas
ABNT NBR 9484:2011 – Compensado – Determinação do teor de umidade
ABNT NBR 9485:2011 – Compensado – Determinação da massa específica aparente
ABNT NBR 9486:2011 – Compensado – Determinação da absorção de água
ABNT NBR 9488:2011 – Amostragem de compensado para ensaio – Requisitos
ABNT NBR 9489:2011 – Condicionamento de corpos de prova de compensados para ensaios – Requisitos
ABNT NBR 9535:2011 – Compensado – Determinação do inchamento – Método de ensaio
ABNT NBR ISO 2074:2012 – Madeira compensada – Vocabulário
ABNT NBR ISO 12466-1:2012 – Madeira compensada – Qualidade de colagem – Parte 1: Métodos de ensaio
ABNT NBR ISO 12466-2:2012 – Madeira Compensada – Qualidade de colagem – Parte 2: Requisitos
ABNT NBR 9533:2012 – Compensado – Determinação da resistência à flexão estática – Método de ensaio

31.000.07 – MDF

ABNT NBR 15316-1:2014 – Chapas de Fibras de Média Densidade – Parte 1: Terminologia
ABNT NBR 15316-2:2014 – Chapas de Fibras de Média Densidade – Parte 2: Requisito e métodos de ensaios

31.000.09 – Peças de Madeira Serrada

ABNT NBR 14807:2002 – Peças de madeira serrada – Dimensões

31.000.10 – Madeira para carretéis

ABNT NBR 6236:2004 – Madeira para carretéis para fios, cordoalhas e cabos

31.000.11 – Mourões de Madeira Preservada para Cercas

ABNT NBR 9480:2009 – Peças roliças preservadas de eucalipto para construções rurais – Requisitos

31.000.12 – Portas de Madeira

NBR 15930-1:2011 – Portas de madeira para edificações – Parte 1: Terminologia e simbologia
NBR 15930-2:2011 – Portas de madeira para edificações – Parte 2: Requisitos

31.000.13 – Pisos de Madeira

ABNT NBR 15798:2010 – Pisos de madeira – Terminologia
ABNT NBR 15799:2010 – Pisos de madeira com e sem acabamento – Padronização e classificação

31.000.14 – Penetração e retenção de preservativos em madeira tratada sob pressão

ABNT NBR 6232:2013 – Penetração e retenção de preservativos em madeira tratada sob pressão

31.000.15 – Preservação de madeira

ABNT NBR 16143:2013 – Preservação de madeira – Sistema de categorias de uso

31.000.16 – Cruzeta Roliça de Eucalipto Tratada

ABNT NBR 16201:2013 – Cruzeta roliça de eucalipto preservado para redes de distribuição elétrica

31.000.17 – Postes de Eucalipto Preservado para Redes de Distribuição Elétrica Requisitos

ABNT NBR 16202:2013 – Postes de Eucalipto Preservado para Redes de Distribuição Elétrica – Requisitos

31.000.18 – Painéis de Partícula de Média Densidade

ABNT NBR 14810-1:2013 – Chapas de madeira aglomerada – Parte 1- Terminologia
ABNT NBR 14810-2:2013 – Chapas de madeira aglomerada – Parte 2 – Requisitos e metódos de ensaio

31.000.19 – Chapa Dura de Fibra de Madeira

ABNT NBR 10024:2012 – Chapa Dura de Fibra de Madeira
Voltar ao topo